Transtorno de aprendizagem

Os transtornos de aprendizagem competem a uma inabilidade específica, como escrita, leitura ou matemática, em pessoas que indicam resultados significativamente abaixo do esperado para seu nível de desenvolvimento, escolaridade e capacidade intelectual.

A etiologia é composta por fatores genéticos e biológicos, que possam alterar o desenvolvimento cerebral, com distúrbios na interligação de informações em várias regiões do cérebro. Para tanto, um diagnóstico com a mensuração do grau de comprometimento é imprescindível para futuras intervenções no contexto escolar e familiar.

Estima-se três tipos de transtornos específicos da aprendizagem:

Transtorno da leitura: dificuldade de compreender palavras escritas.

Transtorno da matemática: ausência de habilidades na associação e raciocínio, com baixa capacidade para manejar números e conceitos matemáticos.

Transtorno da expressão escrita: refere à ortografia ou caligrafia, combinando dificuldades em composição de textos, evidenciada por erros gramaticais, pontuações, parágrafos e erros ortográficos. Este transtorno indica ausência de outras habilidades da expressão escrita.